Casal vai a Polícia e diz que sofreu agressão dentro da casa de show “Priscylla Hall”

Um homem de 29 anos registrou um boletim de ocorrência (BO) afirmando ter sido agredido e expulso por seguranças da casa de shows Priscylla’s Hall, no bairro de Mandacaru, em João Pessoa. De acordo com o registro feito na Polícia Civil, as agressões aconteceram na madrugada de domingo (9). O denunciante falou que a esposa dele também foi agredida e colocada para fora do estabelecimento sem explicações.

Ao G1, o Priscylla’s Hall respondeu, através de uma rede social, que o homem foi denunciado por um grupo de pessoas, algumas delas homossexuais, por importunação. Os seguranças do estabelecimento informaram que ele estava incomodando o grupo e pediu que se afastasse, mas ele teria se recusado. Os seguranças teriam retirado o homem diante da recusa em se afastar das pessoas que tinham denunciado a importunação.

De acordo com o boletim de ocorrência, o casal estava comemorando o aniversário da mulher quando foi abordado por seguranças do Priscylla’s Hall, informando que os dois seriam retirados da casa de show. Segundo o registro, o denunciante afirma que foi agredido fisicamente quando questionou o motivo aos seguranças. O homem e a esposa dele afirmam que foram agredidos.

De acordo com a casa de shows, os rapazes que denunciaram o homem por suposta homofobia agradeceram a rapidez com que os seguranças agiram para abordar o homem que tinham denunciado.

Conforme o boletim de ocorrência, as agressões físicas foram cometidas por mais de um segurança e o casal não soube informar o nome dos seguranças. Após registrar queixa, o homem foi encaminhado à Gerência de Medicina e Odontologia Legal (Gemol) para realizar exame de corpo de delito.

Em contato com o G1, o homem que registrou o boletim pediu para não ser identificado e relatou que entrou em contato com a Priscylla’s Hall pelo Instagram, para saber o porque de ter sido agredido e expulso do estabelecimento. Ele conta que a resposta foi de que tinha cometido um ato homofóbico dentro do estabelecimento, que um outro cliente tinha denunciado.

“Tinha um pessoal, uns rapazes que são homossexuais do lado, comemorando aniversário de um deles. Eu acabei pisando no pé de um deles e pedi desculpas, aquela coisa de festa mesmo. Mas não houve agressão, eu não cometeria nada desse tipo, porque já trabalhei com homossexuais e sempre respeitei”, comentou.

Ainda de acordo com o denunciante, foi a primeira vez que ele foi para a casa de show, com objetivo de celebrar o aniversário da esposa. “Bateram muito em mim e ainda rasgaram minha camisa, uma roupa que eu tinha comprado para usar no aniversário da minha esposa”, relatou.

De acordo com a assessoria da Polícia Civil, o caso foi registrado como lesão corporal na Central de Polícia e deve ser distribuído para investigação da 2ª Delegacia Distrital, no Centro de João Pessoa.

Fonte: g1paraiba

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *