Ex.Governador Ricardo Coutinho cobra provas e diz que acusações são mentira: “Angariei muitos ódios”

O ex-governador Ricardo Coutinho cobrou nesta sexta-feira (13) provas de todas as acusações feitas contra ele no âmbito da Operação Calvário. “Delação nenhuma serve como prova de nada. Quem está preso faz qualquer coisa para sair”, declarou Ricardo, que tratou como “desvarios” as acusações feitas contra ele. A entrevista está sendo concedida na Rádio Sanhauá AM. “Angariei muitos ódios e estou pagando por isso”, admitiu.

“Não concordamos com convicções substituindo provas. Quero saber onde estão as provas disso, quero saber onde está o dinheiro”, declarou, negando ter enterrado qualquer dinheiro. “Não enterrei nem macaxeira”.

As declarações foram dadas durante a primeira entrevista concedida após ter sido preso na Operação Calvário, no final do ano passado.

Ricardo disse que não é o primeiro e nem será o único a ser acusado com “essa doença” que tomou conta do estado brasileiro nos últimos anos.

“Fizemos com que o dinheiro do povo, que não aparecia antes, aparecesse em obras, ações e serviço”, frisou.

Segundo ele, o que o Ministério Público tenta, “de uma forma inconsistente, caracterizar como organização criminosa” se refere a apenas dois contratos de OSs.

“Não existe superfaturamento”, garantiu.

Segundo ele, o MP não conseguiu apresentar uma única prova e nem vai apresentar.

A entrevista, ao vivo, está sendo concedida ao rádio Sanhauá AM, no programa ‘Debate Sem censura’, comandado pelo radialista Antônio Malvino.

Compartilhar: