Estive doente! doente de tudo; repórter iêdo ferreira

Estive doente! doente de tudo; repórter iêdo ferreira

Estive doente,doente de tudo

Doente dos olhos, da bôca, dos nervos até

Dos olhos que viram mulheres perfeitas

Da bôca que disse poemas em brasa

Dos nervos manchados de fumo e café

Estive doente, estou descansando

Não posso escrever

Eu quero um punhado de estrelas maduras

Eu quero a doçura do verbo viver

www.reporteriedoferreira.com.br      Autor desconhecido

Compartilhar: