O Hospital Universitário Lauro Wanderley nega que haja caos na unidade

O Hospital Universitário Lauro Wanderley emitiu nota em que nega que haja caos na unidade por causa da pandemia de coronavírus. A nota foi emitida neste domingo (22) após boatos circularem nas redes sociais sobre crise na instituição com um falso agravamento da situação com o Covid-19 na Paraíba.

“São falsas as informações que circulam pelas redes sociais informando sobre um suposto cenário de caos no HULW”, disse o HU em nota.

Veja na íntegra

 

NOTA OFICIAL

HULW desmente boatos sobre coronavírus

O Hospital Universitário Lauro Wanderley (HULW-UFPB), vinculado à Rede Ebserh, faz um alerta à sociedade em geral. SÃO FALSAS as informações que circulam pelas redes sociais informando sobre um suposto cenário de caos no HULW, devido ao coronavírus. A unidade de saúde desconhece a origem dos áudios com informações inverídicas e ressalta que, infelizmente, tais gravações não apenas têm desencadeado outras publicações sem fundamento, mas também contribuído para ampliar o temor na população.

Na Paraíba, o Lauro Wanderley é retaguarda para o Hospital Clementino Fraga no enfrentamento à pandemia e está, devidamente, preparado para receber casos suspeitos ou confirmados que envolvam o público infanto-juvenil. A instituição esclarece ainda que, no momento, uma criança com suspeita de Covid-19 está internada na DIP (Unidade de Doenças Infecciosas e Parasitárias) do hospital e não há nenhum paciente na Unidade de Terapia Intensiva – UTI Pediátrica. Necessário destacar que a criança está bem, apresentando um estado de saúde estável.

Nessa conjuntura de emergência em saúde pública, o HULW ressalta que é essencial a contribuição de toda a população para que não ocorra a disseminação de “fake news”. A unidade de saúde relembra ainda que a difusão de informações falsas, que gerem alarde e pânico na população, pode configurar contravenção penal, conforme o artigo 41 da Lei 3.688/1941.

Compartilhar: