CRUZ DO ESPÍRITO SANTO – Em dois meses, prefeito gasta quase meio milhão de reais com combustível

O prefeito da cidade de Cruz do Espírito Santo, Pedro Gomes Pereira, popularmente conhecido como “Pedrito”, parece não ter muita noção com o que quer dizer “dinheiro público”.  Se já não bastasse o que ele gastou com eventos durante a emancipação política da cidade, ocorrida no mês de março passado, pagando valores exorbitantes a bandas e artistas renomados de âmbito nacional, agora pode se ver o pagamento “exagerado” com o fornecimento de combustível para a edilidade. Em apenas os dois primeiros meses de 2020 (janeiro e fevereiro), já foram gastos quase R$ 500 mil (meio milhão de reais).

Tudo isso pode ser comprovado no Portal de Transparência Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, ferramenta esta que os executores municipais e estaduais têm por obrigação de apresentar seus balancetes mensalmente. Existem alguns prefeitos que apresentam esses balancetes a cada três meses.

Cruz do Espírito Santo faz diferente. Já apresentou os gastos referentes aos meses de janeiro e fevereiro. Em rápida análise, se constata absurdos, um deles diz respeito ao fornecimento de combustível feito pela Empresa Comercial de Combustíveis Santa Rita LTDA.

Em janeiro deste ano, foram pagos mais de R$ 103 mil devido ao fornecimento deste produto, num período em que as escolas municipais não estavam funcionando e poucos serviços foram executados pelas diversas secretarias municipais. A despesa exorbitante no fornecimento deste produto voltou a se repetir no mês de fevereiro passado. No total foram R$ 132.133,03 (cento e trinta e dois mil, cento e trinta e três reais e três centavos), dinheiro estes dos cofres públicos. O mês de fevereiro ocorreu o Carnaval, as escolas não estavam funcionando, a pandamia do Covid 19 ainda não estava em evidência no Brasil e nem na Paraíba.

Na cidade, vereadores de oposição já questionam este fornecimento. Há quem diga que ao retornar as atividades na Câmara Municipal, serão coletadas assinaturas para a instalação de uma CPI – Comissão Parlamentar de Inquérito para apurar o caso.

O prefeito “Pedrito” foi procurado pela Redação do blogdomarcoslima para falar sobre os gastos com combustíveis, no entanto, seus telefones estavam desligados.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *