Jeová Campos diz que defendeu a inclusão do futebol feminino na MP 289

Apesar dos apelos de Jeová Campos, Estela Bezzera e Camila Toscano, ALPB decidiu excluir as mulheres da Medida Provisória

O deputado Jeová Campos (PSB), disse nesta sexta-feira, 16, que ele, ao lado das deputadas Estela Bezerra (PSB) e Camila Toscano (PSDB) apoiou as emendas que incluíam o futebol feminino do Estado na Medida Provisória 289, aprovada na última quarta-feira, 13, em sessão virtual da Assembléia Legislativa da Paraíba.

Lamentando ter sido voto vencido com as duas deputadas, Jeová Campos informou que, mesmo diante da derrota durante a sessão de videoconferência, não desistiu e encaminhou à Mesa Diretora da ALPB, que foi acatado pelo presidente Adriano Galdino, de fazer uma Mensagem ao governador, de forma indicativa, para que o governador mande um Projeto de Lei a Assembléia Legislativa, também apoiando o futebol feminimo.

“Eu não só apoiei a emenda da deputada Estela Bezerra, da deputada Camila Toscano, como, no final, propus encaminhamento à Mesa, que foi acatado pelo presidente Adriano Galdino, de fazer uma Mensagem ao governador, de forma indicativa, para que o governador mande um Projeto de Lei a Assembléia Legislativa, também apoiando o esporte para os paratletas e para as nossas mulhere do futebol feminimo. Essa questão foi aceita pela Mesa Diretora e acredito que nos próximo dias teremos novidades”, afirmou Jeová Campos.

A MP 289, intitulada “Incentiva Esporte” disponibiliza recursos na ordem de R$ 7 milhões com aplicações de R$ 4,2 milhões para o futebol masculino profissional e o restante para apoio aos atletas paraibanos e incentivos a prática de outros esportes. A Medida Provisória tem como finalidade incentivar o futebol profissional masculino da Primeira Divisão do Campeonato Paraibano e os demais clubes e entidades que desenvolvam o desporto e o paradesporto de alto rendimento.

Na votação, os deputados estaduais rejeitaram a emenda da deputada Estela Bezerra, endossada pela deputada Camila Toscano e Jeová Campos, excluindo o Futebol Feminino e os Paratletas da MP.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *