CONSIGNADOS – Sérgio da Sac volta a pedir a prefeito que suspenda empréstimos de outros bancos como fez o Banco Olé

O suplente de vereador Sérgio da Sac (Solidariedade) voltou a pedir nesta terça-feira, 19, que a Prefeitura Municipal de João Pessoa amplie para outros bancos (Bradesco, Banco do Brasil, Caixa Econômica, dentre outros), a medida tomada pelo Banco Olé de suspender no período em que durar a pandemia da Clvid 19, os decontos dos empréstimos consignados nos contracheques dos servidores municipais.

“O Banco Olé, em decisão acertadíssima, tomou essa iniciativa em ajudar os funcionários públicos municipais. A atitude foi aplaudida por todos, inclusive por vereadores da Capital”, reagiu Sérgio da Sac, parabenizando a todos. “Estão de parabéns todos que fazem o Banco Olé. Espero, na condição de também servidor municipal que o prefeito de João Pessoa transmita essa decisão para outros bancos e que os mesmos também suspendam os descontos dos empréstimos consignados dos servidores, pois seria uma alivio enorme para todos neste momento de muita dificuldade na economia”, afirmou.

Nesta segunda-feira, 18, a direção do Banco Olé, situada em Belo Horizonte, encaminhou ofício à Secretaria de Administração da Prefeitura de João Pessoa comunicando como dever ser feito a suspensão das cobranças dos empréstimos consignados dos servidores municipais. “Estamos operacionalizando a possibilidade de dar carência aos clientes que requererem diretamente ao banco, no site ou app Olé, por meio do refinanciamento do saldo devedor do contrato, assumindo o mesmo os eventuais encargos financeiros incidentes nesta operação”, diz trecho do ofício.

A Diretoria do Banco Olé prossegue: “A processadora dos descontos nos informou que a carência só é possível na digitação de novos
contratos e, por isso, nosso meio de atender os clientes é no refinanciamento da dívida existente, quando o mesmo for elegível. Pedimos que direcionem os clientes que procurem a Administração da Prefeitura aos nossos canais digitais (https://www.oleconsignado.com.br/ e app Olé Consignado) para que possam ter acesso às opções de crédito disponíveis”, conclui o documento, que vem assinado por Carla Ferreira de Almeida, do setor Olé de Consignações.

“Nâo vejo porque a atitude tomada pelo Banco Olé ser elasticida para outros bancos. Isso depende exclusivamente de uma decisão do prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo. Isso ocorrendo, aliviará pelo menos de forma parcial as dificuldades de alguns servidores, que estão com seus vencimentos comprometidos devido a aquisição de empréstimos consignados”, finalizou Sérgio da Sac.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *