CONDE – Vereador chama presidente da Câmara de “ditador” e o compara com “Sadan Hussein”

O vereador Flávio Melo (PSB0, voltou, nesta quinta-feira, 21, a atacar o vereador Carlos André (Manga Rosa), presidente da Câmara Municipal, ainda insatisfeito pela perseguição política que vem sofrendo, principalmente no que diz respeito a retirada injustificada de dois dos seus assessores de gabinete.

No progama radiofônico diário apresentada pelo radialista Vagner Assunção, no Sistema JA de Comunicação, levado ao Ar todas as manhãs, o vereador comparou Carlos Manga Rosa a “Sadan Hussein”, tachando-o de um “ditador” e um “perseguidor”. Flávio Melo disse também que vai pedir uma prestação de contas da gestão do presidente, fato este que até o momento ele nunca apresentou e sequer ensaiou em apresentar.

“Ele é um ditador. É um perseguidor. Quer fazer a política de Conde como se fosse a política do passado”, disse o vereador, fazendo uma alusão de que, no passado, se usava a “chibata” para chicotear eleitores e adversários políticos.

Flávio Melo disse ainda que o presidente da Câmara Municipal é um “golpista” e tenta de todas as formas dar um golpe na atual prefeita Márcia Lucena. Desafiou ainda Carlos Manga Rosa a ir às urnas numa possível campanha para prefeito. “Quer ser prefeito, vá às urnas testar sua popularidade”, disse o vereador.

O parlamentar desafiou também o presidente da Câmara Municipal a visitar às comunidades do município. “Eu mesmo visito todos os locais, sem empecílio algum”, disse, acrescentando que o presidente da Câmara não atende a população quando alguém liga para o seu telefone, informando que o mesmo não atende sequer os vereadores, imagina o povo.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *