DINHEIRO A RADIALISTAS – Pleno do TJPB aceita denúncia contra prefeito de Bom Jesus

O Pleno do Tribunal de Justiça da Paraiba, em sessão remota por videoconferência nesta quarta-feira, 3, acatou denúncia do Ministério Público, relatado pelo desembargador Arnóbio Alves Teodósio para investigar procedimento criminal supostamente praticado pelo prefeito da cidade de Bom Jesus, Roberto Bandeira de Melo. Vários radialistas da cidade de Cajazeiras também serão investigados na ação processual.

Pesam contra o prefeito as acusações de que, no período de 2012 a 2016, teria juntamente com o secretário de finanças da prefeitura, José Etiene desviados rendas públicas de programas sociais e destinados para gratificar três radialistas cajazeirense (Aluizio, Francisco e Francisco Alves), sob a alegação de que os recursos seriam para a compra de medicamentos a esses profissionais.

Em Inquérito Civil Público instaurado pela Promotoria de Justiça de Cajazeiras, ficou comprovado que os beneficiados com os recursos ofertados pelo prefeito Roberto Bandeira de Melo residem fora da cidade de Bom Jesus, descartando qualquer possibilidade de se ajudar na compra de medicamentos, haja vista ainda de sequer serem servidores públicos municipais.

Apesar da defesa do prefeito informar que o gestor não sabia do que se procedia e que apenas teria autorizado o pagamento, a Corte do TJPB não acatou os argumentos e decidiu em aceitar a denúncia, passando agora a investigar o crime de improbidade administrativa do prefeito, o que pode resultar eu seu afastamento da prefeitura, bem como na condenação do secretário de finanças do município e também dos radialistas envolvidos.

Por Marcos Lima

 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *