FOGUEIRAS JUNINAS – Sérgio da Sac elogia prefeito de Campina e diz que Luciano Cartaxo também deveria proibir o acendimento

Sérgio da Sac, suplente de vereador pelo Partido Solidariedade, em João Pessoa, disse na noite desta quinta-feira, 4, que o prefeito da Capital, Luciano Cartaxo deveria tomar como exemplo o que dediciu o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, em relaçao a proibição do acendimento de fogueirs durante  o período junino deste ano. “Acredito que nosso prefeito Luciano Cartaxo deveria editar decreto e poibindo as fogueiras juninas, até mesmo porque o momento não é muito propício devido a pandemia da Covid 19”, afirmou.

Sérgio informou que apelos já foram feitos por ele ao prefeito Luciano Cartaxo para tomar a iniciativa, a mesma adotada por Romero Rodrigues, em Campina Grande. “Espero que o meu pedido seja atendido, pois, com certeza, muitas famílias irão enaltercer não a mim, mas ao prefeito da Capital “, disse ele, acrescentando que esse ano é um ano atípico e estamos enfrentando uma devastadora pandemia que comprometem os pulmões dos seres humanos levando à morte.

“Com o acendimento dessas fogueiras juninas, pessoas asmáticas estão sujeitas a necessitar de urgência hospitalar e estamos com as emergências lotadas. Neste período as doenças alérgicas e respiratórias aumentam por conta do tempo e a fumaça das fogueiras só piora. Outro fator é que quem está se recuperando de Covid-19 não pode nem ouvir falar em fumaça, pois tende agravar a doença”, justificou Sérgio da Sac.

Ele aproveitou para parabenizar o prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues com a iniciativa da proibição. “Eu, na condição de paraibano, propus ao prefeito de João Pessoa e ao governador do Estado a proibição das fogueiras juninas este ano. O prefeito campinense para que ouviu meus apelos e adotou a idéia. É louvável de elogios, pois acertou na decisão”.

Apesar do prefeito Luciano Cartaxo não trer ainda se posicionado sobre o assunto, Sérgio da Sac disse que a ideia de proibir o acendimento de fogueiras juninas tem apoio de vários vereadores que integram a Câmara Mumnicipal de João Pessoa, dentre eles da própria bancada de sustentação do prefeito municipal. “Não vejo razão para que Luciano Cartaxo não proíba. Com certeza terá apoio de órgãos como o Ministério Público e de ambientalistas”, finalizou.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *