Mundo alcança marca de 7 milhões de casos confirmados de covid-19

Último 1 milhão de diagnósticos foi registrado em 8 dias, demonstrando uma aceleração da pandemia no mundo, com alto risco nas Américas

Os casos diagnosticados de infecção pelo novo coronavírus passaram dos 7 milhões na noite deste domingo (7), de acordo com a contagem feita pelo centro de monitoramento da pandemia da Universidade Johns Hopkins. Os Estados Unidos, com 1,942 milhão de pacientes de covid-19, e o Brasil, com praticamente 692 mil, lideram a lista dos países mais afetados pela doença.

O mundo registrou o primeiro milhão de casos em 2 de abril. Para chegar ao segundo milhão, foram 13 dias (15 de abril). A marca dos 3 milhões foi batida em 27 de abril, num prazo de 12 dias.

Os registros de 4 milhões e de 5 mihões de casos de covid-19 também ocorreram dentro de prazos de 12 dias em relação à marca anterior.

Daí em diante, a pandemia se acelerou. O mundo chegou a 6 milhões de diagnósticos positivos para o novo coronavírus em 30 de maio, registrando 1 milhão de novos casos em 9 dias.

Agora, a marca dos 7 milhões foi alcançada em apenas 8 dias.

Cerca de 30% destes casos, ou quase 2 milhões de infecções, estão nos Estados Unidos. A América Latina tem o segundo maior número, com 15% dos casos. Além do Brasil, o Peru e o México tem registrado aceleração nos contágios pelo coronavírus. Fora das Américas, o país que tem registrado um aumento preocupante de casos é a Índia.

Mesmo número de mortes por malária em um ano

De acordo com o acompanhamento feito pela agência de notícias Reuters, o número de mortes vinculadas à covid-19 em cinco meses no mundo é agora igual ao número de pessoas mortas anualmente por malária, uma das doenças infecciosas que mais matam.

A primeira morte por covid-10 foi registrada em 10 de janeiro, em Wuhan, na China. Em abril, o número de mortos já superava 100 mil, segundo levantamento da Reuters com base em dados oficiais de governos ao redor do mundo. A doença precisou de 23 dias para sair de 300 mil para 400 mil mortes.

Os EUA são o país com maior número de mortos de covid-19, quase 110 mil. Mas o Brasil está rapidamente alcançando e poderá superar o Reino Unido ao registrar o segundo maior número de mortes pelo novo coronavírus no mundo.

No domingo, o Ministério da Saúde informou que o Brasil registrou mais 1.382 mortes em decorrência do novo coronavírus, elevando a contagem total para 37.312.

O número de mortos no mundo é provavelmente maior que o oficialmente informado pelos governos uma vez que muitos países não fazem testes de todas as vítimas e alguns deles não contam mortos fora de hospitais.

Fonte: R7

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *