Candidata a ‘Miss Hitler’ é presa por fazer parte de grupo neonazista

Alice Cutter, o namorado e outros 2 membros da organização National Action foram presos. Grupo foi banido do Reino Unido em 2016 por terrorismo

Uma candidata ao concurso de beleza “Miss Hitler” e o namorado foram presos nesta terça-feira (9) por fazerem parte do grupo neonazista britânico National Action.

Alice Cutter, de 24 anos, e o namorado, Mark Jones, de 25 anos, foram condenados por participarem do grupo em um julgamento em março com mais dois membros do grupo.

A jovem foi condenada a 3 anos de prisão e o namorado vai cumprir pena de 5 anos e meio. Os outros membros ficarão presos por 4 anos e meio e 18 meses, respectivamente, segundo informações da polícia. Outro membro o grupo, Daniel Ward, havia sido condenado a 3 anos de prisão no ano passado.

Apesar da condenação e das provas de que havia participado do concurso “Miss Hitler” com o apelido Miss Buchenwald, fazendo menção a um dos campos de concentração nazistas, além de ter participado de reuniões anteriores, Cutter negou pertencer ao grupo nazista terrorista.

Todos os réus negaram participarem do grupo, mas participaram de uma reunião com líderes seniores do National Action depois que o grupo foi banido com base nas leis antiterrorismo do Reino Unido, em 2016.

Grupo neonazista banido

O National Action era um grupo neonazista de ultradireita e foi banido do Reino Unido em 2016 por terrorismo. É crime no país ser membro do grupo, conhecido por ser extremamente racista, antissemita e homofóbico.

Mesmo com a expulsão e dissolução do grupo, os 4 presos se reuniam regularmente para reuniões e discutir a ideologia extremista. Segundo a polícia britânica, o grupo ainda realizava reuniões secretas depois do banimento e tentavam recrutar pessoas mais jovens.

 Fonte: R7

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *