Ativista pede apreensão do passaporte de Neymar por homofobia

Processo apura comentários homofóbicos do jogador Neymar e seus amigos contra o ex-padrasto

De acordo com o jornal Extra, o ativista LGBTI+ Agripino Magalhães afirmou na última quarta-feira (10) que pediu na Justiça a apreensão do passaporte do atacante Neymar.

O objetivo do pedido é para que o jogador não possa deixar o país e não atrapalhar as investigações de um possível inquérito sobre a acusação feita pelo ativista contra o camisa 10. No começo da semana, o advogado do ativista, Ângelo Carbone, protocolou um pedido de abertura de inquérito no Ministério Público de São Paulo para investigar os comentários de Neymar e alguns de seus amigos contra o namorado da sua mãe, Tiago Ramos, considerados homofóbicos.

Em um áudio vazado, o atacante chama o então padrasto de “viadinho”, além de alguns amigos do jogador também sugerirem atos violentos contra o rapaz.

“Eu, como ativista dos direitos da População LGBTI+, junto com o doutor Ângelo Carbone e equipe, de advogados vamos a justiça hoje pedir a apreensão do Passaporte do jogador Neymar Jr.”, afirmou Agripino.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *