Polícia evita ataques a bancos e enfrenta quadrilha na cidade de Areia

A Polícia Militar frustrou ataques a bancos que uma quadrilha, formada por integrantes de diversos estados, planejava cometer na madrugada desta quarta-feira (17), na cidade de Areia. Através do trabalho integrado com a Polícia Federal, o município foi cercado pela PM e, por volta das 3h, teve início uma intensa troca de tiros, que evitou toda a ação criminosa. Seis suspeitos morreram e outros dois foram presos – um deles ferido.

Na ação, foram apreendidas armas, munições, explosivos, grampos, alicates e até uma serra elétrica que os criminosos usaram para derrubar árvores nos acessos ao município, com o objetivo de impedir a resposta da polícia. Entre o arsenal apreendido, estavam uma submetralhadora, uma pistola, dois revólveres, uma carabina e uma espingarda.

O enfrentamento à quadrilha interestadual teve a atuação de quase 40 policiais militares paraibanos do 15º Batalhão, Grupamento Tático de Ações Especiais (GATE) e Grupamento Especializado de Operações em Área de Caatinga (GEOsAC).

Um dos presos já foi apresentado na sede da Polícia Federal, em Campina Grande. O outro também será levado para lá, assim que receber alta no Hospital de Emergência e Trauma, onde está internado sob custódia policial.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *