OPINIÃO – Bravateiros da República

* Cícero de Lima e Souza

Eu, por mim, botava esses vagabundos todos na cadeia, começando no STF”, foi o que proclamou em alto e bom som, o então ministro da educação Abraham Weintraub, na reunião ministerial do dia 22 de abril, presidida por nada mais nada menos que o presidente da república, Jair Bolsonaro.

A manifestação de ódio do então ministro da educação no Brasil, eclodiu com a força de um furacão, não só no brasil, mas também em várias partes do mundo, pois à primeira vista estaria acostado àquela manifestação, o presidente da república que na oportunidade e nem depois, esboçou qualquer gesto de crítica ou  reprovação às palavras do seu ministro.

Mas as bravatas do então ministro, não demoraram pouco muito tempo. Bastou um dos ministros da Suprema Corte do Judiciário Brasileiro, Alexandre de Morais – o mais destemido integrante do STF, determinar a Polícia Federal o indiciamento do super ministro falastrão em procedimento criminal, para o mesmo afrouxar as calças e correr para bem longe.

Neste sábado (20/06/20), a grande imprensa noticia que o ministro bravateiro fugiu do País e já se encontra homiziado nos Estados Unidos, certamente com medo dos efeitos da ação corajosa tomada pelo ministro Alexandre de Morais, não só em defesa própria e dos demais pares componentes do STF, mas sobretudo da Constituição Federal, finca mestra da Sociedade Brasileira.

Cadê a coragem do valentão?

Há, na verdade, muitos outros bravateiros da república espalhados pelo País, a exemplo de deputados federais, estaduais, empresários e uma gama de irresponsáveis fofoqueiros que são alimentados com dinheiro público para disseminarem notícias falsas(fake news), que também estão na mira das ações do ministro Alexandre de Morais, as quais em boa hora chegaram para impor respeito a Constituição, as Instituições e a família brasileira.

No recente voto que sacramentou a legalidade do Inquérito das Fake News, o ministro Alexandre de Morais, realçou, corajosamente, que até uma advogada do Rio Grande do Sul (Claudia Teixeira Gomes), em postagem no Facebook dirigida a milhares de internautas, teria recomendado aos seus seguidores que “as filhas dos ministros do STF deveriam ser estupradas”. Assim, as providências chegaram em boa hora para calar e punir severamente essa gente que não tem compromisso com a democracia e respeito a família brasileira.

Cadeia nesses bravateiros da república.

 

*Cícero de Lima e Souza – Jornalista e advogado

Compartilhar:

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *