BOQUEIRÃO – Acusado de falsificar diploma de escolaridade, pré-candidato a prefeito é condenado à prisão

Uma suposta falsificação de um diploma de escolaridade custou caro ao pré-candidato a prefeito da cidade de Boqueirão, vereador Edilson do Tomate. Ele e todos os seus apoiadores políticos foram surpreendidos nesta sexta-feira, dia 10, com decisão judicial. Ele foi condenado pela Justiça Eleitoral, após ser denunciado pelo Ministério Público Eleitoral. A decisão cabe recurso, no entanto, Edilson entra para o rol dos políticos de “ficha suja”.

Desde novembro de 2018 o Ministério Público Eleitoral havia denunciado o vereador Edilsom do Tomate por falsificação do diploma de escolaridade, sendo o veredicto decretado vindo à tona nesta sexta-feira. A condenação do pré-candidato é cumprimento  de dois anos de prisão, em regime aberto, prestando serviço à comunidade.

Ele foi condenado ainda a pagar multa no valor de quatro salário mínimos. A decisão é do juiz Falkandre de Souza Queiroz.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *