CRUZ DO ESPÍRITO SANTO: Pré-candidato a vice-prefeito acusado de envolvimento com licitação irregular em Alhandra

O pré-candidato a vice-prefeito na cidade de Cruz do Espírito Santo, Elly Martins Norat, é uma das pessoas que está na mira e também investigado pela Operação deflagrada nesta sexta-feira, 10, pelo Gaeco, Controladoria Geral da União, TCE e Polícias Civil e Militar. A Operação combate irregularidades em licitações e dispensas na Prefeitura Municipal de Alhandra.

Documentos divulgados no Portal de Transparência Sagres, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba comprovam que Elly Martins Norat recebeu R$ 5 mil da Prefeitura Municipal de Alhandra, referente a empenhos para atender despesas com pagamento pelos serviços prestados na assessoria administrativa e financeira nas licitações e contrato do referido município.

A informação colhida pelo blog é de que, o pré-candidato a vice-prefeito pela cidade de Cruz do Espírito Santo, Elly Martins Norat é envolvido em outros esquemas de fraudes licitatorios em diversos municípios do litoral sul do Estado, estando o mesmo também em investigação, conforme as informações.

O inacreditável é que, na cidade de Cruz do Espírito Santo, Elly Martins Norat se alto proclama uma das pessoas “mais honestas” da Paraíba, o que, para surpresa da população local, após a Operação do Gaeco, TCU, TCE e Polícia, ficou constatado de que o mesmo está envolvido em altos escândalos de licitação irregular.

Na operação deflagrada nesta sexta-feira, não houve prisão de acusados, porem, o Gaeco deixou a entender que poderá pedir a Justiça mandados de prisão de alguns dos envolvidos. Os acusados, todos são “apadrinhados” pelo prefeito municipal de Alhandra e outros gestores. A Operação denominada “Estirpe” foi feita   apartir de relatórios do grupo de inteligência do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, que constatou licitações e dispensas irregulares propiciadas na contratação de empreas, cujos titulares posseum relação de parentesco ou amizade com os gestores do Município de Alhandra. Os pagamentos realizados pela Prefeitura de Alhandra, em favor das empresas investigadas, totalizam o montante de R$ 5.387.178,47.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *