Câmara aciona STF para anular buscas nos gabinetes de deputados

Pedido envolve Rejane Dias e Paulinho da Força, alvos da PF. Ambos tiveram material recolhido de seus gabinetes em Brasília

A Câmara dos Deputados acionou nesta terça-feira (28) o STF (Supremo Tribunal Federal) para anular as decisões de mandado de busca e apreensão nos gabinetes dos deputados federais Rejane Dias (PT-PI) e Paulinho da Força (SD-SP).

Ambos tiveram material recolhido de seus gabinetes na Câmara dos Deputados, em Brasília.

Dias foi alvo de operação da PF (Polícia Federal) na última segunda-feira (27), juntamente com o governador do Piauí, Wellington Dias (PT), sob suspeita de desvios na ordem de R$ 50 milhões da Secud (Secretaria de Educação do Piauí).

Força, por sua vez, foi alvo da PF no âmbito da Lava Jato, no último dia 14, sob suspeita de doação irregular de R$ 1,7 milhão ao deputado nas campanhas de 2010 e 2012.

Senado

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), solicitou também ao STF a suspensão da decisão da Justiça Eleitoral de São Paulo que tentava realizar busca e apreensão no gabinete do senador José Serra (PSDB-SP). Na ocasião, Toffoli atendeu ao pedido de Alcolumbre e impediu as buscas.

Fonte: R7

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *