Corretores de imóveis e imobiliárias tiram dúvidas junto ao jurídico do Creci-PB

Consultas jurídicas referentes a Legislação e as situações do dia a dia profissional do corretor de imóveis são alguns dos aspectos tratados diariamente durante atendimentos prestados pela coordenação jurídica do Creci-PB a corretores de imóveis e representantes de empresas imobiliárias.

“O movimento é muito cíclico”, afirma o coordenador jurídico Mário Vicente. Segundo ele, além do atendimento para esclarecer as Resoluções do COFECI, procedimentos de processos julgados pela Cefisp e Turma de Julgamento, uma dúvida comum reside no fato de muitos corretores acharem que podem acrescentar ao seu nome profissional nos anúncios a palavra  “Imóveis”.

“Quando ele coloca essa nomenclatura ou outra similar, esse termo, cria uma perspectiva para quem está lendo, sob o contexto do marketing, que é uma pessoa jurídica, o que gera uma confusão que pode resultar dentro do Conselho num processo ético, porque ele estará anunciando irregularmente em desacordo com a Resolução 1.065, como também ele pode responder civilmente por estar fazendo a propaganda enganosa, porque denota que é pessoa jurídica mas ele é pessoa física”, alertou Mário.

Atendimento de primeiro mundo

O corretor de imóveis Sandro Santos, que trabalha como pessoa física em toda a Região Metropolitana da Grande João Pessoa, sobretudo em Santa Rita, em vários nichos, como granjas, ponto comercial e apartamentos, foi um desses profissionais que esteve no Órgão para efetuar um pagamento e atualizar dados, aproveitou para visitar o setor e fazer algumas consultas.

“O negócio aqui é muito bem organizado, na minha opinião o atendimento é sempre de primeiro mundo. Está de parabéns o Creci-PB”, testemunhou.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *