Luciene de Fofinho é alvo de protestos nesta terça-feira (18), na Câmara Municipal

O protesto se dará em forma de repúdio à vereadora Luciene de Fofinho, que recentemente se aliou ao ex-prefeito Berg Lima para tomar a prefeitura municipal através de um golpe desencadeado a partir da renúncia do então gestor, que protocolou o documento há pouco mais de um mês no parlamento bayeuxense.

A revolta dos aposentados ocorre pelo fato de que, pela primeira vez em anos, alcançaram a estabilidade tão sonhada com seus salários pagos em dia e uma política de valorização que determinou que os mesmos recebam seus proventos dentro do mês e antes de todas as outras categorias, desde que o atual prefeito, Jefferson Kita, assumiu o comando do Executivo municipal, e Luciene defende o atraso representado na figura de Berg Lima, mentor do golpe que quer fazer com que Bayeux siga na sua via Crucis.

Ao chegar ao cargo de prefeito no dia 21 de maio passado, Kita encontrou aposentados e pensionistas há quase 60 dias sem receber seus salários. As demais categorias encontravam-se na mesma situação. Só na folha de pessoal, o rombo chegou a mais de R$ 11 milhões.

Em menos de 30 dias, Kita pagou três folhas, atualizou os salários e deu respeito e dignidade aos aposentados.

Na cidade, os serviços estão por toda parte, nossas ruas estão limpas, a iluminação pública voltou a funcionar, a saúde mostra serviço, Bayeux ficou mais bonita depois que o atual prefeito começou a trabalhar. Precisamos dar o grito e nos fazer ouvir. Precisamos seguir com nossos salários em dia, nunca fomos tão respeitados, isso tem que ser dito às autoridades urgentemente”, disse uma das aposentadas que promete tomar as ruas de Bayeux nesta terça.

Por tudo isso e o perigo que representa a vereadora Luciene por ser parte de um plano que deve acabar com a paz do funcionalismo público e com o trabalho que vem sendo realizado na cidade, o ato visa repudiar uma nova alternância de poder, após cinco mudanças de prefeito nos últimos três anos e meio, fazendo com que os salários voltem a atrasar, às ruas voltem a ficar tomadas de lixo e escuras e a saúde mais uma vez abandonada.

“Não somos só nós, aposentados, que queremos repudiar esse golpe que está sendo orquestrado por Luciene junto com Berg Lima. A população toda está vendo o que está acontecendo e não permitirá que se retroceda. Em menos de três meses é nítida a mudança da cidade. Não podemos desistir de Bayeux, e amanhã vamos mostrar isso a esses malfeitores da nossa política. O povo de Bayeux é contra esse vereadores que defendem o golpe, vamos dar a resposta a eles.

Númros mostram Kita forte junto ao povo

Pesquisa recente, realizada pelo Instituto DataVox e divulgada na noite deste domingo (17), mostra que Jefferson Kita chega ao patamar de quase 50% de aprovação, em menos de 90 dias de governo. Para se ter uma ideia, o número é três vezes maior que o apresentado por Berg Lima na última pesquisa do mesmo DataVox.

Em relação à eleição indireta para escolha de um novo prefeito pela Câmara Municipal, quase 70% da população se diz contra uma nova mudança de gestor, preferindo deixar essa escolha para o voto popular no pleito do dia 15 de novembro.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *