BAYEUX – Presidente da Câmara diz que vereadores querem dar “golpe” e buscam a todo o custo o Poder para “enriquecerem”

O vereador Inaldo Andrade, presidente da Câmara Municipal de Bayeux, disse na noite desta segunda-feira (17), em Nota de Esclarecimento publicada em vários grupos de watsap e também em várias redes sociais, que “os vereadores da cidade querem o poder pelo poder e tentam, a todo custo, dár um golpe na democracia.

“Quero deixar bem claro que sempre luto e lutarei pela democracia, mas o que estão tentando fazer é simplesmente dar um golpe”, diz um dos trechos da Nota divulgada pelo presidente da Câmara Municipal. “Lamentável a postura de alguns vereadores que querem a todo instante o poder pelo poder”, afirmou.

Inaldo Andrade disse ainda que a meta de alguns vereadores, que fizeram uma reunião “clandestina”, de portas fechadas e sem a presença do presidente do Poder Legislativo, conforme determina o Regimento Interno do Poder Legislativo local é, simplesmente, estarem no poder para enriquecerem. “Espero que a população de Bayeux possa dar a resposta a esses que se dizem “fiscais do povo”, quando, na verdade, só querem estar no poder para enriquecer”.

Eis a Nota:

Lamentável a postura de alguns vereadores que querem a todo instante o poder pelo poder.

Quero deixar bem claro que sempre luto e lutarei pela democracia, mas o que estão tentando fazer é simplesmente dar um golpe.

Na noite de hoje, mais uma vez, esses vereadores que tanto querem o poder, fizeram una reunião as escondidas, para tentar a todo instante fazer a eleição, desrespeitando todo o regimento interno da Câmara.

Fizeram essa reunião com as portas fechadas, de forma “clandestina”, sem a presença do Presidente da Mesa.

Ora, o próprio regimento interno diz no seu art 25:

Art. 25

Parágrafo 1.° São atribuições do Presidente, além de outras expressas neste Regimento ou decorrentes da natureza de suas funções e prerrogativas:
(…)
e) fazer publicar os Atos da Presidência, Atos da Mesa, Portarias, Emendas à Lei Orgânica, Decretos Legislativos e Resoluções, bem como as Leis por ele promulgadas;
f) comunicar aos Vereadores, com antecedência mínima de 24 (vinte e quatro) horas, a convocação de sessões extraordinárias.

É inadmissível essa conduta por partes destes.

Espero que a população de Bayeux possa dar a resposta a esses que se dizem “fiscais do povo”, quando, na verdade, só querem estar no poder para irrequecer.

Inaldo Andrade
Presidente

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *