Polícia acaba com criadouro ilegal de cobras na Capital

O Batalhão de Polícia Ambiental (BPAmb) desarticulou um criadouro ilegal de cobras exóticas e outros animais silvestres, que funcionava em uma granja no bairro de Gramame, na Capital. A ação aconteceu, nessa segunda-feira (17), e resultou na apreensão de dez cobras de origem norte-americana da espécie ‘Corn Snake’ (cobra-do-milho), uma serpente da espécie jiboia, um gavião, um teju e nove aranhas caranguejeiras.

O responsável pelo local, um homem de 65 anos, foi detido e vai responder por três crimes: maus tratos de animais, ter espécies da fauna silvestre em cativeiro sem autorização e por introduzir animais exóticos no Brasil sem autorização. O total de multas aplicadas é de R$ 89.300,00.

O local foi descoberto depois que o Conselho Regional de Medicina Veterinária da Paraíba recebeu a informação de que na granja estavam sendo criados hamsters e outros roedores, possivelmente para alimentar cobras, e que existiam animais sofrendo maus tratos na propriedade. Quando a PM chegou, encontrou as cobras exóticas e vários animais silvestres sendo criados de forma ilegal.

O homem foi encaminhado para a Central de Flagrantes, no Geisel. Os animais apreendidos foram levados para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS), em Cabedelo.

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *