Polícia Federal prende funcionário do TJPB que prestava serviço à Justiça Eleitoral em Patos

Servidor estaria cobrando dinheiro para fornecer listas de eleitores

Um funcionário do Tribunal de Justiça da Paraíba, prestando serviços a Justiça Eleitoral na cidade de Patos, sertão paraibano, foi preso em flagrante nesta terça-feira, dia 8, pela Polícia Federal, sob a acusação de se encontrar cobrando dinheiro para fornecer a interessados listas de eleitores da cidade de Passagem, município paraibano.

Apesar da prisão ter ocorrido na terça-feira, somente nesta quarta-feira (9) foi que a Superintendência da Polícia Federal na Paraíba divulgou o ocorrido. Um inquérito policial já foi aberto pela Delegacia de Polícia Federal em Patos para apurar o caso. As investigações ocorrem sob sigilo.

As informações preliminares dão contas de que o servidor da Justiça Estadual já vinha sendo investigado e a Polícia Federal já estava na mira do acusado que, ao ser preso em flagrante, não reagiu a prisão. Segundo a PF, o crime praticado por ele é o de corrupção passiva, sendo o mesmo inserido no artigo 317 do Código de Processo Penal.

Por Marcos Lima com Asscom PF

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *