Fortaleza e Atlético-GO ficam no empate na Arena Castelão

Foto: Ascom/Fortaleza

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Fortaleza e Atlético-GO empataram por 0 a 0 na noite deste domingo (4), na Arena Castelão, em jogo válido pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time do técnico Rogério Ceni teve um gol anulado pela arbitragem na etapa final. O resultado manteve as equipes em posições intermediárias na tabela.

O duelo foi marcado pela lentidão e por poucas emoções na etapa inicial. Nos últimos 45 minutos, no entanto, o jogo ficou movimentado, com chances mais claras para o Fortaleza, que foi às redes aos 17 minutos. O gol foi anulado após toque no braço do lateral esquerdo Carlinhos.

O Fortaleza soma agora 17 pontos e ocupa a décima colocação no campeonato. O Atlético-GO, por sua vez, tem 15 pontos, logo atrás do adversário de hoje, na 11ª posição.

Na próxima rodada, o Fortaleza recebe o líder Atlético-MG no Castelão. O duelo será na próxima quarta-feira, às 21h30. Já o Atlético-GO mede forças com o São Paulo no Morumbi, no mesmo dia, às 20h30.

Atuando como mandante e em busca de uma vitória para se aproximar do grupo que vai à Libertadores, o Fortaleza tomou a iniciativa do jogo, com mais posse de bola. A postura, no entanto, não refletiu em chances reais de gols. A primeira jogada de perigo aconteceu aos 20 minutos, após bola parada. Paulão cabeceou para a defesa de Jean. Aos 41, David conseguiu uma finalização na área para nova defesa do arqueiro.

Depois de atuar pela final do Campeonato Cearense no meio da semana, o Fortaleza entrou em campo com alguns reservas. No intervalo, Rogério Ceni passou a fazer mudanças no time. Primeiro, colocou Ronald na vaga de Marlon. Depois, lançou Osvaldo na vaga de Yuri César. No fim, Wellington Paulista foi colocado em campo por Ceni.

A primeira chance real do Fortaleza se deu aos três minutos da etapa final, com Romarinho, que concluiu na área. Melhor no jogo, o Fortaleza quase conseguiu abrir o placar aos 16, depois de uma finalização de David. O atacante conseguiu matar a bola e chutou cruzado rente à trave.

O Fortaleza chegou a balançar as redes com Tinga, lateral direito que fez o gol da vitória sobre o Ceará na primeira final do Estadual.

O lance, porém, foi anulado pela arbitragem, que viu toque no braço de Carlinhos após bate-rebate na área.

O confronto entre Fortaleza e Atlético-GO foi o primeiro na história da Série A do Brasileirão. As equipes já se enfrentaram seis vezes, mas nunca na elite do futebol nacional. O time cearense voltou à primeira divisão no ano passado, depois de 12 anos, enquanto o Atlético-GO voltou neste ano, depois de sete temporadas na Série B.

FORTALEZA
Felipe Alves; Tinga, Roger Carvalho, Paulão, Carlinhos; Juninho, Felipe (Gabriel Dias), Marlon (Ronald); Romarinho (Fragapane), Yuri César (Osvaldo), David (Wellington Paulista). T.: Rogério Ceni

ATLÉTICO-GO
Jean; João Victor (Dudu), Éder, Oliveira, Nicolas; Edson, Marlon Freitas, Chico (Matheuzinho); Janderson (Zé Roberto), Gustavo Ferrareis (Natanael), Hyuri (Everton Felipe). T.: Vagner Mancini

Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Juiz: José Mendonça da Silva Junior (PR)
Cartões amarelos: Tinga, Juninho, Quintero e Felipe (Fortaleza); Gustavo Ferrareis, João Victor, Vagner Mancini, Zé Roberto e Oliveira (Atlético-GO)

Folhapress

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *