Com gol de Davó, Corinthians se segura e vence o Inter na Neo Química Arena

Após derrota na Copa do Brasil para o América Mineiro, o Corinthians virou a chave em grande estilo. Neste sábado, o Timão recebeu o Internacional, líder do Brasileiro, na Neo Química Arena, e, com gol de Davó, aposta de Mancini, venceu pelo placar mínimo. Com o 1 a 0, o Alvinegro do Parque São Jorge engata a segunda vitória consecutiva no Brasileirão e já ocupa a nona posição, com 24 pontos.

Do outro lado, o Colorado permanece na liderança com 35, mas pode ser ultrapassado pelo Flamengo, que ainda joga na rodada. Inter tem a bola, mas o Corinthians sai na frente O Internacional teve a primeira grande oportunidade do jogo logo aos 20 segundos. Edenílson recebeu a bola sozinho na marca do pênalti e mandou por cima do gol de Cássio.

O Corinthians respondeu aos cinco, quando Otero arriscou de fora da área, mas mandou longe do gol de Marcelo Lomba. Na sequência, mais uma boa chance para o Colorado. Marcos Guilherme recebeu na direita e bateu forte, por cima da meta. O tempo foi passando, e o time visitante seguiu com maior volume ofensivo.

Só que aos 32 minutos, o Timão conseguiu abrir o placar. Cazares recebeu bom passe na direita, tirou Victor Cuesta com categoria e cruzou na medida para Davó, aposta de Mancini, que mandou para o fundo das redes. Depois do gol sofrido, o time comandado por Eduardo Coudet tentou ser mais intenso no campo de ataque, mas não conseguiu criar chances para igualar o marcador na Neo Quimica Arena. Timão administra e vence No segundo tempo, os gaúchos voltaram a ocupar o campo do Corinthians.

Logo no primeiro minuto, Patrick fez grande jogada pela esquerda, deu drible entre as pernas de Fagner no fundo e cruzou. A zaga do Corinthians, atenta, afastou o perigo. O tempo, inimigo colorado, seguiu correndo e o panorama seguiu o mesmo. O time de Coudet continuou tendo mais posse de bola, mas sem a efetividade necessária para gerar grandes riscos para a defesa alvinegra.

Mesmo com o ‘domínio’ do Inter, o Timão foi capaz de controlar bem as investidas do adversário e, quando pisou no ataque, conseguiu ser perigoso. Aos 32, Ramiro dividiu com Marcelo Lomba, e Luan aproveitou a sobra para marcar. Seria o segundo gol corintiano, mas a arbitragem apontou falta do volante corintiano na jogada.

O Colorado tentou uma última pressão no fim, e quase acabou levando o segundo gol. Gabriel deu chapéu no adversário e deixou Luan na cara do gol. Entretanto, ele domina mal, e Marcelo Lomba ficou com a bola.

Logo na sequência, no último ato do jogo, Galhardo fez falta dura em Otero e acabou expulso! Fim de papo e vitória corintiana em Itaquera.

O Gol 

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *