Palmeiras apresenta novo técnico com fácil vitória sobre Atlético-MG

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

SÃO PAULO, SP – O Palmeiras se apresentou a seu novo treinador com uma vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG nesta segunda-feira (2), no Allianz Parque. Com o recém-contratado Abel Ferreira na tribuna, o time paulista se impôs no primeiro tempo, contra-atacou no segundo e assegurou o triunfo.

Dirigida interinamente por Andrey Lopes pela última vez, a formação alviverde chegou aos 28 pontos em 18 partidas no Campeonato Brasileiro e manteve a esperança de brigar pelo título. Os líderes Internacional e Flamengo somam 35 pontos cada um, ambos com 19 jogos. Já o Atlético-MG, que agora acumula quatro rodadas seguidas sem vitória, está em terceiro lugar, com 32 pontos em 18 compromissos.

Em São Paulo, os comandados de Jorge Sampaoli, que chegou a ser sondado pelo Palmeiras no fim do ano passado, foram dominados pelos de Lopes, conhecido como Cebola, que se despede do comando interino com quatro convincentes triunfos consecutivos.

O Palmeiras sufocou o rival no primeiro tempo. Diante de um time que gosta de tocar a bola, os donos da casa entraram em campo com boa organização e excelente disposição na marcação, apertando o adversário a partir da intermediária de ataque.

Quando tinha a bola, a equipe de Andrey Lopes avançava com bastante velocidade, criando várias oportunidades até o intervalo. Uma delas foi aproveitada, aos 19 minutos, quando Zé Rafael trabalhou bem com Viña. Raphael Veiga completou o cruzamento de peixinho.

A superioridade era clara, e a formação alviverde perdeu a chance de terminar a etapa inicial com uma vantagem maior. Rony, Wesley e Luiz Adriano poderiam ter balançado a rede e não tiveram a precisão necessária.

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

Foto: Cesar Greco/Palmeiras

O Atlético-MG só começou a se achar perto do intervalo e cresceu bastante no segundo tempo, sobretudo com as chegadas de Guilherme Arana pela esquerda. Por mudanças no posicionamento do ataque e também pelo desgaste dos anfitriões, o encaixe que havia na marcação se desfez.

Quando os visitantes pressionavam, porém, o Palmeiras acertou dois contra-ataques que mataram o jogo. Aos 25 minutos, Luiz Adriano recebeu na frente e deixou Rony livre para marcar. Aos 32, em lance parecido, Zé Rafael serviu Wesley, para aplausos do português Abel Ferreira na tribuna.

PALMEIRAS
Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Matías Viña; Felipe Melo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Rony (Gabriel Veron), Wesley (Danilo) e Luiz Adriano (Willian). T. (interino): Andrey Lopes

ATLÉTICO-MG
Everson; Guga, Réver, Junior Alonso e Guilherme Arana; Jair (Franco), Allan e Nathan (Calebe); Zaracho (Marquinhos), Savarino e Marrony (Sasha). T.: Jorge Sampaoli

Estádio: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Éder Alexandre (SC)
VAR: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)
Cartões amarelos: Gabriel Menino, Felipe Melo e Andrey Lopes (PAL); Savarino e Jorge Sampaoli (CAM)
Gols: Raphael Veiga (PAL), aos 19min do 1ºT; Rony (PAL), aos 25min, e Wesley (PAL), aos 32min do 2ºT

Folhapress

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *