ESCÂNDALO EM BAYEUX – Ministério Público investiga “Diego do Kipreço” por ganhar R$ 160 mil sem trabalhar

O Ministério Público da Comarca de Bayeux admitiu nesta quarta-feira, dia 4, investigar denúncia de que o Diego Cavalcanti da Silva (Diego do Kipreço), candidato a prefeito de Bayeux, teria recebidos salários da Prefeitura Municipal de Baueux, nos anos de 2013 e 2016 sem comparecimento ao trabalho. A Informação é de que nesse período, ele seria um “funcionário fantasma”, causando prejuízo ao erário público.

Não apenas Diego foi denunciado ao MP em Bayeux, bem como a gerente de um dos seus supermercados também é alvo da investigação, após denúncia protocolada na Promotoria, através do denunciante José Carlos da Silva que teve como base o Sagres do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB) onde consta o nome de Diego e de Silvana Silva de Lima, como assessores da Secretaria de Articulação Política do Município.

De acordo com a denúncia, os indícios são claros de que a participação como servidor público de ambos nunca tenha ocorrido, jamais cumpriram a carga horária exigida, culminando em um prejuízo ao erário nos referidos meses, eis que devidamente remunerado, tornando-se um legítimo “servidor fantasma”.

Durante o período em que Diego e Silvana estavam como supostos ‘funcionários fantasmas’, o prejuízo aos cofres municipais chegou a R$ 160 mil.

“Ou seja, o beneficiado além de usurpar as verbas públicas, infla-se como individuo e acredita estar acima das leis e dos órgãos de controle interno e externo. Quando os tais servidores receberam a remuneração, deixaram de cumprir a carga horária exigida, praticaram atos de improbidade administrativa”, diz um trecho da denúncia.

Clique AQUI e confira o documento

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *