Estudantes completam 24 horas acorrentados na reitoria da UFPB

Os estudantes da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), completaram 24 horas acorrentados na reitoria da Instituição em protesto contra novo reitor Valdiney Veloso, nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Os alunos afirmam que só vão sair do local quando a nomeação do novo reitor Valdiney Veloso for revogada.

Os estudantes protestam desde às 21h de quinta-feira (5). De acordo com Leonardo Silva, um dos alunos que ocupam a reitoria, o grupo está recebendo doações de água e comida de professores, técnicos administrativos e outros estudantes.

A ocupação foi batizada como “Ocupação Alph”, em homenagem a Alph, estudante da UFPB encontrado morto em fevereiro. Até o momento, não há informações sobre por quem e por quê Alph foi morto.
O protesto silencioso foi iniciado no fim da noite desta quinta-feira (5), após o ato pacífico que aconteceu na universidade. Até a publicação desta matéria, quatro alunos ainda permaneciam acorrentados no local.

Mesmo com o protesto, o professor Valdiney Veloso, já adiantou que não vai renunciar e afirmou que o processo “encerra-se com a nomeação do presidente”, e evitou comentar o fato de não ter tido nenhum voto do Conselho Pleno da instituição.

O professor Valdiney Veloso foi anunciado como novo reitor nesta quinta-feira (5), em publicação do Diário Oficial da União. Ele foi o último colocado nas eleições feitas em 26 de agosto, com 106,496 pontos, enquanto a professora Terezinha Domiciano, primeira colocada, teve 964,518 da soma ponderada e normalizada dos votos.

PB Agora

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *