EXCLUSIVO – Sandro Toscano rompe o silêncio e através de advogado diz como fará sua defesa na Justiça Eleitoral

Vereador mais votado do DEM em Lucena responde a AIJE que pede a cassação de diploma e inelegibilidade por oito anos

O vereador do município de Lucena, Alecsandro Targino de Brito (Sandro Toscano), atraves da sua Assessoria Jurídica, rompeu o silêncio nesta segunda-feira de Carnaval e falou sobre a Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE 0600976.28.2020.6.15.0002), movida pela Coligação Lucena do Futuro e Antônio Mendonça Júnior, que pede a inelegibilidade do vereador por oito anos e a cassação do seu diploma.

Sandro Toscano, vereador eleito

Com exclusividade, o advogado eleitoral Luiz Neto, defensor do vereador Sandro Toscano, disse que a ação que tramita na 2ª Zona Eleitoral de Santa Rita é totalmente eleitoreira, com um conjunto comprobatório fraco e sem nexo.

Luiz Neto informou que nos autos não existe nenhuma acusação de que Sandro Toscano teria omitido informações em sua declaração de bens na Justiça Eleitoral e que a AIJE é “um esperneio político de quem não ficou satisfeito com a vontade do povo nas urnas”.

A atual gestão do prefeito Léo Bandeira não foi poupada das críticas do defensor de Sandro Targino, que, em sua opinião, faz seu papel de acusar, mesmo que com mentiras.

Na íntegra, a entrevista:

O vereador Sandro Toscano juntamente como outras cinco pessoas são acusadas de promoverem abuso de poder econômico e captação ilícita de sufrágio pela associação da imagem dos candidatos com instituição filantrópica. Procede a acusação?

No nosso entendimento trata-se de uma ação totalmente eleitoreira. Com um conjunto comprobatório fraco e sem nexo. Vamos provar nos autos que inexiste qualquer ligação entre as falsas acusações feitas pelos Investigantes e a campanha do Vereador Sandro Toscano.

– Sandro Toscano foi eleito por uma legenda cujo seu suplente integra a equipe que apoia o atual prefeito. Ele tem interesse na cassação do vereador, mesmo sendo do mesmo partido?

Essa pergunta tem que ser feita ao Suplente. Sandro tá focado em exercer seu mandato pelo bem do povo de Lucena, pra isso que foi eleito.

– A defesa do vereador Sandro Toscano na AIJE que tramita na 2ª zona eleitoral de Santa Rita será pautada em que norte?

O norte é a verdade. Demonstraremos ao poder judiciário a má fé e os factoides criados pelos Investigantes.

– Sobre a acusação de que Sandro Toscano teria omitido informações dos seus bens à Justiça Eleitoral, procede a informação? Porque ele informou R$ 1 mil, enquanto, quatro anos antes teria informado 92 mil reais?

A AIJE em questão não trata sobre informações referentes a bens do Vereador.

– Sandro Toscano é inocente? Não usufruiu do poder econômico para captar votos?

Temos absoluta certeza da inocência e iremos provar nos autos, no momento correto. A ação trata nada mais nada menos do que esperneio político de quem não ficou satisfeito com a vontade do povo nas urnas.

– Como o vereador pretende fazer sua defesa, caso venha a ser cassado o seu diploma?

Não tratamos de futurologia. Temos confiança na vontade de Deus, na escolha do povo e no julgamento da Justiça Eleitoral.

– O vereador se acha injustiçado e se acha vítima da atua gestão do prefeito Léo Bandeira?

A atual gestão faz seu papel de acusar, mesmo que com mentiras, e faremos o nosso de nos defender.

– O oficial de Justiça já esteve em Lucena para notificar os réus na ação da AIJE, o que houve que até o momento não conseguiu notificar o vereador Sandro Toscano?

Essa pergunta deve ser feita ao cartório eleitoral. Até o presente momento não fomos notificados.

– O vereador Sandro Toscano se acha vítima de uma armação política que querem a tudo custo tirar o seu mandato?

Repito, confiamos na vontade de Deus, na escolha do povo e no julgamento da justiça eleitoral.

Compartilhar:

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *