Quantos ovos posso comer por semana?

Quantos ovos posso comer por semana? Essa é a pergunta que muitas pessoas fazem diariamente, com medo que o seu consumo excessivo possa aumentar o nível de colesterol.E em relação a isso, deve-se dizer que o aumento do colesterol no sangue não tem relação direta com o consumo de ovos por pessoas saudáveis, ou seja, esse risco está associado a outros fatores, como uma predisposição genética para desenvolver colesterol elevado, ou por outro, a quantidade de gordura saturada que costumam incluir na sua dieta.

Dito isso, também deve ser notado que não podemos usar a mesma escala de ingestão de ovos quando falamos de crianças ou pessoas cujo estilo de vida é sedentário ou inativo, em relação a (por exemplo) quando nos referimos a adultos que praticam exercício físico regularmente e têm uma postura equilibrada e dieta saudável.No caso de crianças e pessoas sedentárias, recomenda-se o consumo de três a quatro ovos por semana, enquanto no caso de pessoas ativas, cujo esgotamento físico é maior, seu consumo pode subir até sete ovos por semana.O que fica claro é que o ovo deve estar presente na dieta de todas as pessoas, pois fornece uma grande quantidade de nutrientes ao nosso organismo.

A gema do ovo fornece vitaminas e minerais; a clara, as proteínas e vitamina B12

O conteúdo de gordura do ovo concentra-se quase que inteiramente na gema, onde também encontramos vitaminas (A, B1, B6, B12 e E) e minerais como zinco, fósforo, ferro e cálcio.Por sua vez, a gema contém luteína, zeaxantina e colina, substâncias altamente benéficas para a nossa saúde, cujas vantagens vão além do meramente nutritivo.No caso da luteína e da zeaxantina, atuam como antioxidantes, especificamente no nível ocular, protegendo nossos olhos contra doenças degenerativas, enquanto a colina previne distúrbios de crescimento, infertilidade e doenças hepáticas e renais.Já a clara de ovo é portadora da maioria das proteínas do ovo, sendo muito rica em albumina, proteína fundamental no plasma sanguíneo. Para além disso, a clara possui uma maior concentração de vitamina B12 do que a gema, embora seja rica em magnésio, iodo e potássio.O ovo, pelo seu poder saciante e pela sua baixa ingestão calórica (contribui, dependendo do seu tamanho, em torno de 70 calorias), aliado ao seu alto valor protéico, é um alimento altamente recomendado para quem quer controlar o peso.

Pode ser considerado um alimento de fácil digestão, embora isso esteja intimamente relacionado à forma como o preparamos. Um ovo cozido será sempre mais fácil de digerir do que um ovo frito. Mesmo assim, o ovo tem inúmeras possibilidades de ser consumido, dependendo dos gostos e preferências de cada um.

Compartilhar:

(Visited 47 times, 1 visits today)