Vereadores denunciam caos nos cemitérios e dizem que ossos e restos mortais vivem à mostra

O vereador  Carlos Henrique da Costa Santos (Carlão), do Partido Patriota, disse nesta terça-feira (16), durante sessão da Câmara Municipal, que a cidade vive uma situação “traumática”, isto porque as famílias religiosas estão fazendo orações junto a seus mortos e estão em meio a ossos e restos mortais. As declarações do parlamentar foram feitas com base em reportagem na mídia nacional onde informa que os cemitérios da capital paraibana estão em colapso.

Vereador Carlão

“Teve veiculação na mídia nacional de um grande problema enfrentado por nossa cidade: o colapso nos nossos cemitérios. A matéria esclarece que nos cemitérios da Boa Sentença, no Centro; Santa Catarina, no Treze de Maio; o São José, em Cruz das Armas e o do bairro do Cristo existem ossos e restos mortais à mostra”, afirmou o vereador.

Carlão fez um pedido à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) para que a situação receba a mais breve e efetiva  atenção. “Precisamos discutir isso nesta Casa. Sou de uma religião que acredita que os mortos intercedem por nós junto à Providência Divina. Com o aumento das mortes por Covid-19 em nossa cidade, os familiares não sabem se terão onde sepultar seus entes queridos. Peço sensibilidade à Sedurb para resolver esta situação o mais breve possível”, finalizou. 

Novos Cemitérios

Na mesma sessão, o vereador  Marmuthe Cavalcanti (PSL), além de endossar as palavras do também vereador Carlão, fez duras críticas à situação dos cemitérios em João Pessoa. “Há mais de 50 anos que não se pauta na prefeitura a construção de um novo cemitério para a Capital”, observou o vereador De acordo com o vereador, as mortes por Covid-19 e outras causas estão colaborando para aumentar a necessidade de um novo cemitério na cidade.

Marmuthe cobrou novos cemitérios

“Está acontecendo um verdadeiro colapso e precisamos cuidar também daqueles que estão partindo. Existe um cemitério no bairro Muçumagro que está interditado há anos. Há outra área na Zona Sul que já foi identificada por estudos técnicos e serviria para um novo cemitério. Além disso, em visita ao cemitério Senhor da Boa Sentença, no Varadouro, vimos túmulos abertos, perfurações e restos mortais à mostra. Precisamos da atenção do poder público e não de melhorias que sejam apenas uma camada de tinta nos jazigos para o Dia dos Mortos”, evidenciou Marmuthe Cavalcanti.

Fonte: Redação com Ascom CMJP

Compartilhar:

(Visited 102 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *