Em Lucena, vereador Chico de Dulce rebate acusações e diz que, em 2020, recebeu apenas R$ 800 de diárias

O vereador Francisco dos Santos, popularmente conhecido como “Chico de Dulce”, do Partiso Social Liberal (PSL), rebateu nesta quinta-feira, dia 18, acusações de que teria se beneficiado com altos valores monetários, no ano passado, oriundos de diárias que são pagas a parlamentares, quando se encontrava à frente da Câmara Municipal de Lucena na condição de presidente.

Portal de Transparência Sagres, do TCE-PB comprova o que diz Chico de Dulce

De acordo com Chico de Dulce, durante todo o ano de 2020, recebeu apenas a importância de R$ 800,00 (oitocentos reais) provenientes de diárias em cumprimento às atividades externas da casa legislativa, não tendo fundamento as denúncias veiculadas na Imprensa e grupos de watsap da cidade de Lucena. “Fiquei surpreso como o ser humano é maldoso. Sempre aumentam os fatos e não condizem com a realidade e a verdade. O ano de 2020 foi, como todo mundo sabe, de pandemia da Covid e praticamente não existiu atividades parlamentares. Durante os 365 dias do ano passado, recebi apenas R$ 800 de diárias. Isso pode ser comprovado”, declarou o vereador.

Sem citar nomes e sem querer entrar em brigas pessoais ou políticas, o vereador Chico de Dulce informou que tentam macular e denegrir a imagem dele, principalmente depois que não ocupa mais o cargo de presidente da Câmara Municipal. “Meu nome está cravado nos anais do Poder Legislativo de Lucena. Nada tem que venha manchar minha conduta. Tem muita gente insatisifeita com minha reeleição, no entanto, sou vereador de mais um mandato para defender a população de Lucena, o que sempre fiz durante minhas outras gestões”, concluiu Chico.

Por Marcos Lima

Compartilhar:

(Visited 2 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *