Tribunal Pleno aprova Votos de Pesar pelo falecimento de Tony Pegado e Antônio Inácio da Silva

Por unanimidade, o Pleno do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB) aprovou, na tarde desta quarta-feira (24), Votos de Profundo Pesar pelo falecimento de Tony Márcio Leite Pegado e Antônio Inácio da Silva. As moções de autoria do Desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides, presidente do Judiciário estadual, foram apresentadas ao colegiado durante a 4ª sessão ordinária administrativa, transmitida por videoconferência.

O presidente do TJPB ressaltou que o falecimento de Tony Pegado chocou todos os integrantes do Poder Judiciário estadual, e lembrou que ele prestava relevantes serviços ao Tribunal. “É algo realmente lamentável, quando percebemos a partida de um servidor e de uma pessoa tão próxima”, disse o Desembargador Saulo Benevides.

Tony Pegado era gerente Administrativo e Financeiro da Escola Superior da Magistratura (Esma) e servidor concursado do TJPB. Ele faleceu na madrugada do último sábado (20), em um hospital de João Pessoa, em decorrência de complicações da Covid-19.

O desembargador Joás de Brito Pereira, ao se acostar à homenagem a Tony Pegado, afirmou que ele era uma pessoa tranquila e dedicada a sua atividade. “É lamentável o falecimento desse jovem”, falou.

Em relação ao empresário Antônio Inácio, proprietário do Engenho Imaculada Conceição, da Cachaça Serra Limpa, o presidente do TJPB destacou o empreendedorismo do homenageado na Paraíba. “A propriedade do seu Antônio Inácio era modelo para o Sebrae e, também, para os outros órgãos do Governo do Estado”, destacou o Desembargador Saulo Benevides.

Compartilhar:

(Visited 2 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *