Em Cruz do Espírito Santo, vereadores denunciam carne fora dos padrões para o alimento nas escolas

A carne bovina servida nos estabelecimentos de ensino da cidade de Cruz do Espírito Santo, na Região Metropolitana, está fora dos padrões do Ministério da Educação e Cultura (MEC). A denúncia foi feita pelo vereadores Leonardo Nascimento e Sebastião de Zé Ramos, nesta quinta-feira, dia 25, na Tribuna da Câmara Municipal. Além de 70% gordurosa, a carne foi considerada inadequada pelos parlamentares, uma vez, normalmente, é servida para adultos em churrasco.

“Poderá comprometer a saúde das crianças do ensino fundamental do município com o volume de gordura que possui. Existem alunos que não consomem devido várias patologias”, disseram os vereadores, que em visitas de rotina fiscalizando as obras da gestão da prefeita Alyne Povão, consideraram uma verdadeira irresponsabilidade.

De acordo com o vereador Leonardo Nascimento, empresário do ramo alimentício, a gestão da prefeita Alyne Povão a cada dia surpreende a todos no município. “A população está arrependida de sua eleição, principalmente depois de nomear parentes e aderentes da família em primeiroalegando que, o “permitido nas escolas são carne bovina sem osso, em pedaços com 3% água, 10% de gordura e 3% de aponevroses”. Ele informou que em breve, sua assessoria jurídica vai provocar o Ministério Público para que tome uma providência e estancar os escândalos  que até parece um final de governo.

Leonardo Nascimento (PDT) e Sebastião de Zé Ramos (Podemos) tem realizado uma atuação parlamentar diferente de todas as gestões. Ambos têm chamado a atenção da população em todo o município, cobrando, fiscalizando e apresentando proposta a gestão municipal, Não queremos o quanto pior melhor. Pelo contrário, estamos aqui para ajudar ao município crescer com nossas críticas construtivas e nada que desabone a conduta e a saúde dos cidadãos”, finalizou.

Por Marcos Lima com informações de Lamartine do Vale (Paraíba Urgente)

Compartilhar:

(Visited 60 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *