E-book “ISOLAMENTO SOCIAL – Relatos de mulheres jornalistas” traz 64 depoimentos inéditos durante a Pandemia com lançamento em abril

Uma iniciativa pioneira, oportuna e ousada marcará o universo intelectual a partir de João Pessoa com a projeção de lançamento ainda em abril do e-book ” ISOLAMENTO SOCIAL – relatos de mulheres jornalistas” de forma virtual envolvendo 64 depoimentos inéditos durante a fase da Pandemia.

Madrilena Feitosa também está inserida no contexto

Segundo a apresentação, “a obra foi construída coletivamente por uma pluralidade de mulheres jornalistas, mães, avós, pesquisadoras, profissionais que atuam nas redações, nas universidades, nas aassessorias de imprensa, dirigentes partidárias e sindicais, jornalistas (umas, mães; outras, não), mulheres brancas, negras, de variadas faixas geracionais, que moram sozinhas, que vivem acompanhadas etc”.

E diz ainda: “Os relatos são agrupados em três momentos – medo, esgotamento e ressignificação: o primeiro, marcado pelas ansiedades, assombros, mal-estares, incertezas, permanentes estados de alerta; o segundo, pela exaustão psicológica, excesso de deveres, de trabalho, poucas horas de sono, pensamentos intrusivos,
inquietude em muitas situações; o terceiro ressignifica o caos: o que é motivo de pânico se transforma num posicionamento ativo de esperança, de otimismo, de lições para o mundo pós- coronavírus”.

Conforme a apresentação, “os depoimentos, escritos entre os meses de maio a agosto de 2020, são livres; a escrita e o estilo também. Nessa obra, o(a) leitor(a) vai acompanhar a história de uma jornalista que teve filho em hospital em meio à pandemia, outras que enfrentaram a dor da perda de familiares (mãe, pai, irmãos, amigos), para o coronavírus e para outras doenças. São mulheres que tiveram a Covid-19 e sobreviveram, inclusive duas delas são organizadoras do e-book”.

A apresentação da obra por Kiára Fialho, Sandra Moura, Sônia Lima e Zezé Béchade e fruto do fato delas terem estado pela primeira vez numa quinta-feira, 12 de julho de 2018, quando chegaram ao Tramonto Wine Bar, no bairro de Manaíra, em João Pessoa, pouco depois das 21h30 chamadas pelo anúncio no Facebook que essa noite prometia música de alta qualidade, executada ao piano. Daí surgiu o grupo “Tramontinas” até por conta da Pandemia gerando na sequência a produção do livro e/ou e-book.

Eis uma iniciativa sensível e de valor pelo conjunto dos textos e depoimentos sobre esta fase histórica.

Lista das autoras:

Adriana Bagno

Amanda Falcão

Ana Carolina Abiahy

Ana Lustosa

Andréa Batista

Andréia Barros

Ângela Costa

Angélica Lúcio

Antônia Sousa

Célia Leal

Danielle Huebra

Débora Cristina

Dilâny Silva

Edilane Araújo

Edilane Ferreira

Ednamay Cirilo

Elara Leite

Eloise Elane

Evanice Gomes

Fátima Santos

Fátima Sousa

Francinete Silva

Gisa Veiga

Gisele Quixabeira

Giuliana Batista

Glaudenice Nunes

Iris Porto

Isabela Prado

Joana Belarmino

Juvinete de Lourdes Silva

Kiára Fialho

Larissa Pereira

Lourdinha Dantas

Lúcia Figueiredo

Mabel Dias

Madrilena Feitosa

Mafalda Moura

Márcia Dias

Mariana Moreira

Marina Magalhães

Naná Garcez

Renata Ferreira

Ridismar de Moraes

Roberta Matias

Romye Schnider

Rosa Aguiar

Ruth Avelino

Sandra Moura

Sandra Raquew dos S. Azevedo

Satva Nélia Costa

Sheila Raposo

Silvana Sorrentino

Sílvia Torres

Socorro Rocha

Sônia Lima

Tatiana Brandão

Taty Valéria

Thais Vital

Thamara Duarte

Valéria Sinésio

Vera Fernandes

Zezé Béchade

Zuíla Duarte

Zulmira Nóbrega

Fonte: Da Redação com wscom

Compartilhar:

(Visited 208 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *