Waldson Sousa tem contas reprovadas na Secretaria Estadual de Saúde e TCE imputa débito de R$ 512 mil

Ex-secretário estadual de saúde foi multado também em R$ 8 mil e ainda será representado no MPPB

O ex-secretário estadual de Saúde, Waldson Dias de Sousa teve a ele imputado um débito de R$ 512 mil  pelo Tribunal de Contas do EStado da Paraíba,  na manhã desta quarta-feira (14). O TCE-PB rejeitou sua prstação de contas relativas ao ano de 2014, quando estava à frente da Secretaria, ainda lhe aplicou uma multa de R$ 8 mil e decidiu representa-lo no Ministério Público Estadual.

De acordo com o Tribunal Pleno do TCE-PB, Waldson Sousa, no ano de 2014, realizou despesas não comprovadas suficientemente,  referentes a um convênio pactuado com o Ciclo do Coração de Pernambuco. O relator do processo foi o Antônio Cláudio Silva Santos. Ainda cabe recurso, o que deverá fazer os advogados de Waldson Sousa.

Na mesma sessão por videoconferência, o Pleno do Tribunal de Contas emitiu pareceres pela aprovação das contas de 2019 dos municípios de Vista Serrana e Boa Ventura, e de Araras no exercício de 2018. A Corte desaprovou ainda as contas de Mato Grosso de 2019.

Ao rejeitar as contas de Mato Grosso (proc. 08490/20), o relator do processo, conselheiro Nominando Diniz, pontuou despesas irregulares na manutenção de veículos, baixo índice de recolhimento previdenciário e acumulação de cargos públicos na gestão. A Corte concedeu um prazo de 90 dias ao atual prefeito para regularizar os casos de acúmulo de cargos.  Houve defesa e ainda cabe recurso.

Compartilhar:

(Visited 68 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *