PSL de Lucena diz que não tem cargos na Prefeitura e nem na Câmara de Vereadores

Secretário Maciel José, da Agricultura e Pesca não foi indicado pelo partido, apoio de vereadores e cargos nos poderes não passaram pelo Diretório Municipal do Partido Social Liberal, de acordo com presidente

Pimentel, presidente PSL de Lucena

O presidente do Diretório Municipal do PSL (Partido Social Liberal) de Lucena, Marcelo Pimentel, disse nesta sexta-feira (20) que todas as pessoas da legenda partidária que ocupam cargos nos Poderes Executivo e Legislativo tem autonomias próprias, são independentes e devem assumir por todos os seus atos, isentando o partido de qualquer problema. Ele afirmou que o partido não “tem cargos na Prefeitura e nem na Câmara Municipal”.

“Temos dois vereadorees e um secretário municipal. O apoio deles ou não aos poderes legalmente constituídos não passaram pela direção do Diretório Municipal do PSL. Foram decisões próprias, até mesmo porque na campanha eleitoral de 2020, a decisão partidária foi liberar todos para decidirem quem iriam apoiar. Depois dos resultados das urnas, eles negociaram individualmente. No caso do secretário Maciel José, da Agricultura e Pesca, esse foi um convite pessoal que recebeu e o mesmo veio a ocupar a pasta”, afirmou Pimentel.

As declarações do presidente do Diretório Municipal do PSL em Lucena veio depois de muitos questionamentos em redes sociais e até mesmo feitos a ele em relação a comportamente dos vereadores Severino Amâncio Barbosa (Sibiu) e Chico de Dulce, além do secretário Maciel José. Um outro membro do partido que chegou a ser incluído na gestão, no caso o apresentador de TV Batista Lima, que anunciou sua saída da Assessoria de Comunicação Institucional também ocupou a gestão municipal, no entanto, de acordo com Marcelo Pimentel, sem qualquer discussão no Diretório Municipal.

Pimentel foi enfático ao frisar que “o PSL está isento de qualquer ato anormal que seus filiados venham fazer ao longo do cargo que ocupam. “Eles têm autonomia própria, decidem sem a interferência do partido, pois, não foram  indicações do Partido Social Liberal, mesmo sendo filiados a legenda”, concluiu.

Nas eleições municipais de 2020, o PSL lançou 14 candidatos a vereadores. O Diretório Municipal decidiu liberar todos eles para apoiar na majoritária o candidato a prefeito que quisessem. Nove deles deram apoio ao prefeito eleito Léo Bandeira (Solidariedade). Outros três apoiaram e votaram no prefeito derrotado Alex Monteiro (DEM). A legenda fez dois vereadores, sendo a terceira maior bancada na Câmara Municipal de Lucena. Passada a campanha, o prefeito eleito anunciou Maciel José como secretário da Agricultura e Pesca. Os vereadores eleitos também integram a base de sustentação do prefeito no Poder Legislativo.

⏩Candidatos a vereadores do PSL que apoiaram Léo Bandeira (Solidariedade) para prefeito

Nel Pedreiro

Maciel José

Rejane

Cal Barbeiro

Suelene

Nirian Santos

Nalva Falcão

Pastor Saulo

Junior de Ferreira

⏩Candidatos a vereadores do PSL que apoiaram Alex Monteiro (DEM) para prefeito

Severino Amâncio (Sibiu)

Claudio das Tintas

Zezé de Zeca)

⏩Candidatos a vereadores do PSL com apoios duvidosos para prefeito

Luciano Cordeiro

Chico de Dulce

⏩Vereadores eleitos

Chico de Dulce (01 cargo na Câmara)
Sibiu (02 cargos na Câmara)

⏩Secretário Municipal

Maciel José da Silva – Agricultura e Pesca

Compartilhar:

(Visited 1 times, 1 visits today)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *