sáb. jun 25th, 2022

Vereador de Lucena ignora esforço dos professores em busca de rateio de recursos do Fundeb

O vereador Júnior Bocao (DEM), que nas redes sociais se diz defensor dos menos favorecidos, deu uma demonstração, na última sexta-feira, dia 10, durante reunião da Câmara Municipal com os professores do município, que “não vai se meter em problemas alheios que possam ir de encontro à gestão municipal”.

Dos nove vereadores que integram o Poder Legislativo em Lucena, Júnior Bocão foi o único que não compareceu à reunião, quando estava em discussão o rateio das sobras de recursos do Fundeb – Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação.

A reunião na Câmara Municipal contou com as presenças dos vereadores Keninho, Arnóbio Meneze, Ângelo Inácio, Sibiu, Jair das Chagas, Sandro Toscano, Andréia de Zé de Basto e Chico de Dulce, enquanto que em momento algum foi justificada a ausência do vereador do Democratas.

Na ocasião, os professores decidiram ocupar a Câmara Municipal de Lucena até conseguirem uma audiência com o prefeito Léo Bandeira, o que ocorreu.

As sobras de recursos do Fundeb, conforme a Prefeitura, chegam a R$ 5,2 milhões e o rateio depende de um instrumento jurídico que está sendo discutido entre a categoria e a Prefeitura Municipal, através da Procuradoria Jurídica.

NOVA REUNIÃO

Nesta terça-feira, dia 14, uma comissão de professores formada por Dilma Inácio (presidente do Sindicato dos Servidores), Nena (ex-secretária de Educação) e Márcio, professor, estarão reunidos com os procuradores da prefeitura discutindo novamente o assunto.

Por Marcos Lima

(Visited 1 times, 1 visits today)