29 de setembro de 2022

Lançado pré-candidato ao governo, Pedro se diz pronto e foca na “inovação”

Lançado na manhã desta segunda-feira (20) como pré-candidato ao Governo do Estado pelo PSDB, o deputado federal Pedro Cunha Lima adotou o tom de “inovação” como principal bandeira de campanha.

“Quero dizer que estou pronto, estou pronto e motivado, eu vou mostrar quem eu sou, vou mostrar qual a minha intenção, quais as minhas ideias. Peço a Deus coragem para que nos guie nessa missão, para que possa nos abençoar por uma nova Paraíba”, afirmou.

Durante o discurso, o parlamentar fez críticas à atual gestão e defendeu as bandeiras que são levantadas por seu mandato na Câmara Federal, como o corte de gastos que ele julga desnecessários, a exemplo de auxílio-moradia e altos salários para magistratura.

“Nosso compromisso é com inovação, pensar fora da caixa. Eu não fui formado com os erros dos passado, mantenho a missão de sempre olhar para frente. Não faz sentido que com tantas tecnologias as pessoas passem sede, pessoas ainda não terem onde morar, isso não é normal. O futuro chegou”, disse.

Alianças com outros partidos 

Pedro Cunha Lima disse que pretende buscar diálogo com outros partidos que integram o bloco de Oposição, como o PTB que lançou a pré-candidatura do radialista Nilvan Ferreira ao Governo.

“Estamos numa coletiva do PSDB. Os próximos passos virão. Vamos continuar dialogando com outras legendas. Estamos dando o primeiro passo. Temos a disputa em dois turnos. Vamos construir para; em havendo várias candidaturas, possamos chegar no segundo turno”, projetou.

Ausências no evento 

Cunha Lima justificou a ausência do ex-prefeito de Campina Grande e presidente do PSD, Romero Rodrigues no evento. Segundo o pré-candidato, Rodrigues teve que se ausentar da atividade pública para se dedicar a uma irmã diagnosticada com problemas de saúde.

Já em relação ao ex-senador Cássio Cunha Lima, Pedro disse que o tucano tem outros projetos, mas que a falta do principal líder do PSDB no estado “mostra que o candidato é Pedro”.

Eleição nacional 

Pedro Cunha Lima evitou a nacionalizar o debate voltado à sucessão na Paraíba. O pleito vindouro caminha para ser tomado por uma polarização entre o ex-presidente Lula (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Esse é um debate sobre Paraíba. A gente não pode jogar uma cortina de fumaça em nossos problemas e desviar o debate que está posto hoje. O PSDB tem sua pré-candidatura, que é do governador Dória, eu voto nele. Mas e eleição aqui não é sobre Dória ou Bolsonaro”, frisou.

(Visited 9 times, 1 visits today)