29 de setembro de 2022

Paraíba reduz para quatro meses intervalo da dose de reforço da vacina contra Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) divulgou, nesta segunda-feira (20), uma Nota Técnica com a recomendação da antecipação da dose de reforço para maiores de 18 anos e a aplicação de mais uma dose para os imunossuprimidos. A estratégia é uma orientação do Ministério da Saúde e tem o intuito de conter a variante ômicron.

De acordo o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, o intervalo para a dose de reforço passa a ser de 04 meses após o fechamento do esquema vacinal de duas doses. Ele explica que o Ministério da Saúde também recomenda uma quarta dose para todos os indivíduos imunocomprometidos.

“Essa deverá ser administrada 4 meses após a aplicação da terceira dose. Lembrando que a vacina a ser utilizada para a dose de reforço deverá ser, preferencialmente, da plataforma de RNA mensageiro, ou seja, a Pfizer, independente do esquema vacinal primário”, pontua.

A Nota Técnica destaca também a administração de dose de reforço (segunda dose) de vacina Janssen em pessoas com mais de 18 anos, com exceção das gestantes e puérperas. A segunda aplicação deve ser feita com o mesmo imunizante, no intervalo mínimo de 2 meses, podendo este intervalo ser de até 6 meses. Mulheres que tomaram a Janssen previamente e, no momento atual, estão gestantes oupuérperas deverão utilizar como dose de reforço o imunizante Pfizer.

Geraldo Medeiros reforça que, na próxima quarta-feira (22), a Paraíba realizará mais uma mobilização de vacinação contra a Covid-19. E orienta a população paraibana que ainda está com vacinação pendente que procure um ponto de vacinação para atualizar a situação vacinal.

(Visited 7 times, 1 visits today)