sáb. jul 2nd, 2022

A aproximação de Pedro e Sérgio; dessas almas podem sair reza e aliança

A princípio, pode ser uma troca de gentilezas. Pelo tom, porém, pode avançar para além dos mútuos afagos a aproximação do pastor Sérgio Queiroz (PRTB), pré-candidato ao Senado, e o deputado Pedro Cunha Lima (PSDB), pré-candidato ao governo da Paraíba.

Numa entrevista, Sérgio trata Pedro como uma “das mentes mais brilhantes que conheci”. Cunha Lima devolve com total reciprocidade em release à imprensa: “Um homem íntegro e qualificado”.

Das duas vozes e expressões têm se aí, no mínimo, uma empatia, uma convergência de pensamentos, uma identidade conceitual.

Um fator – aí sim político! – a mais une os dois neste momento. Candidato quase avulso, Sérgio ainda não tem um candidato ao governo, uma chapa para concorrer. E até pode até disputar sem.

Pedro Cunha Lima, idem. Joga parado esperando o desfecho da disputa interna no grupo do governador João Azevêdo (PSB) entre os deputados Aguinaldo Ribeiro (PP) e Efraim Filho (DEM).

Só que em política não existe espaço vazio. Sérgio Queiroz chegou para ocupar um deles. E pode ser com Pedro.

Para os dois, ganhos. Com boa penetração em João Pessoa, Sérgio facilitaria a vida de Pedro na capital e o tucano, por sua vez, ofereceria terreno para o pastor em Campina Grande.

Tudo conjectura, mas pelo menos um eleitor privilegiado vê tudo isso com discreta torcida e simpatia; Bruno Cunha Lima (PSD), prefeito de Campina Grande e amigo de Sérgio. Bota fé na união.

(Visited 1 times, 1 visits today)