sáb. jul 2nd, 2022

Twitter apaga publicação do deputado Cabo Gilberto

O deputado estadual Cabo Gilberto Silva (PL), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), apagou a publicação feita ontem no Twitter onde sugere um contragolpe nos moldes do golpe militar contra o Supremo Tribunal Federal (STF).

“O STF rompeu a democracia! O super poder da república está provocando o caos de forma proposital no Brasil. A história se repete, precisamos dar um contragolpe, assim como ocorreu em 1964, não temos outra escolha! Não existe mais democracia e constituição, só existe o STF”, escreveu Gilberto no Twitter.

A postagem, no entanto, foi excluída:

Deputado Cabo Gilberto Silva apagou postagem com ataques ao STF

O deputado estadual bolsonarista Cabo Gilberto Silva (PL), líder da Oposição na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB), usou o plenário da Casa de Epitácio Pessoa na manhã desta terça-feira (10) para fazer novas críticas e ataques ao Supremo Tribunal Federal (STF). Ontem, o parlamentar defendeu um golpe contra a Corte nos moldes ao que aconteceu em 1964.

Apesar de ter feito a publicação clara nas redes sociais, Cabo Gilberto disse que foi alvo de “fake news”. Na visão do deputado, o STF, por comando do ministro Alexandre de Moraes, “não respeita a constituição”. “A função do STF é ser defensor da Constituição, não rasgar”, disse.

O pronunciamento do deputado bolsonarista foi repudiado pelo presidente da Casa, deputado Adriano Galdino (Republicanos). “Essa fala de Cabo Gilberto sobre a democracia não representa a Casa de Epitácio Pessoa, nem a Mesa Diretora. Nosso bem maior enquanto cidadão é a democracia e juramos defender a democracia, nosso bem maior. Só sabe o que aconteceu no período do golpe militar, quem viveu”, frisou Galdino.

Procurado pelo Portal MaisPB, o Supremo Tribunal Federal (STF) informou por meio de sua assessoria que não iria comentar as falas de Cabo Gilberto.

(Visited 3 times, 1 visits today)