sáb. jul 2nd, 2022

ALPB reconhece tiro desportivo como atividade de risco e abre portas para porte

A Assembleia Legislativa aprovou, na sessão ordinária desta terça-feira (17), projeto de lei que reconhece o risco da atividade e a efetiva necessidade do porte de arma de fogo aos atiradores desportivos integrantes de entidades legalmente constituídas na Paraíba.

A aprovação se deu por maioria, com os votos favoráveis de 15 deputados, sete contrários e cinco abstenções. Antes da votação do projeto, de autoria de Wallber Virgolino, houve polêmica entre os parlamentares.

Relator da matéria no plenário, Cabo Gilberto ressaltou que o mesmo projeto já foi aprovado em outras casas legislativas do país e que os atiradores desportivos trabalham respeitando a legislação e não podem ser vistos como criminosos.

Jeová Campos contestou a propositura e pontuou “os interesses que existem por trás”. Para ele “estão querendo transformar o Brasil em palco de uma guerra civil”.

Wallber reagiu e assegurou que o projeto não concede porte de arma, já que o parlamento estadual não tem competência para isso. “Estamos dando ao atirador o direito de proteger seu acervo que as armas não vão parar na mão de criminosos”, disse Wallber, acrescentando que a prática do tiro desportivo gera emprego e renda na Paraíba.

(Visited 1 times, 1 visits today)