ter. jun 28th, 2022

Obras do novo prédio da Câmara de João Pessoa depende da liberação do Tesouro Nacional que está em greve para iniciar licitação, explica presidente Dinho

As obras do novo prédio da Câmara Municipal de João Pessoa (CMJP) podem ser iniciadas a qualquer momento. A informação foi revelada pelo presidente da Câmara, Dinho Dowsley, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, desta sexta-feira (3).O imbróglio que atrasa esse processo é a greve da Secretaria do Tesouro Nacional. A nova sede deve ser erguida em frente à atual, em terreno localizado na Rua das Trincheiras.

“Tinha uma grande esperança do nosso processo sair ainda em maio, mas a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) está em greve e nosso processo continua em análise e a qualquer momento pode ser dado o deferimento. Estamos aguardando só isso”, explicou.

O novo prédio terá quatro pavimentos, incluindo um estacionamento no subsolo, com captação de energia solar e reaproveitamento de água. O pedido de empréstimo no valor de R$ 15 milhões para construção da nova sede da CMJP já foi autorizado pelo prefeito. Os valores serão descontados do duodécimo.

“Nosso contrato já está pronto no banco. Já temos o alvará de construção que será no terreno do estacionamento da Câmara Municipal com mais de 2.000 m². Estamos aguardando só a assinatura do contrato para iniciar a licitação”, disse o presidente da Casa.

O presidente da Câmara, Dinho Dowsley, lembrou que o prédio atual foi construído na década de 1970 para 12 vereadores, mas que a bancada conta hoje com 27 parlamentares. “Quando esse processo for liberado, poderemos assinar o contrato e iniciar a licitação. Esse novo prédio vai permitir atender melhor a população”, declarou.

(Visited 14 times, 1 visits today)