4 de dezembro de 2022

Ministro sugere redução de parceiros sexuais para evitar varíola dos macacos

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, sugeriu a redução do número de parceiros sexuais como medida de combate à proliferação dos casos de varíola dos macacos (monkeypox). A fala foi dada durante entrevista coletiva em João Pessoa, capital da Paraíba.

O auxiliar do presidente Jair Bolsonaro ponderou que boa parte dos casos confirmados da doença são de “homens que fazem sexo com homens”. “Se fizermos o diagnóstico, isolarmos essas pessoas e fizermos um anúncio para que se reduza o número de parceiros sexuais, nós podemos baixar essa curva”, pontuou, prosseguindo.

“Infelizmente, hoje, a grande maioria dos indivíduos que têm essa doença são homens que fazem sexo com homens. Essa minha palavra não é para discriminar ninguém, mas para proteger”, destacou.

O ministro afirmou que o Governo Federal segue acompanhando os casos e lembrou que o Brasil deve receber 50 mil doses que serão destinadas aos profissionais de saúde, que têm contato com pessoas diagnosticadas.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, 18 casos estão sob investigação na Paraíba. Uma mulher de João Pessoa foi o primeiro caso confirmado.

(Visited 2 times, 1 visits today)