31 de janeiro de 2023

Paraíba gera 1.230 empregos formais em outubro; veja ranking do Nordeste

A Paraíba admitiu 14.232 novos empregados formais neste último mês de outubro, mas houve 13.002 pessoas demitidas. Ao todo, foram gerados 1.230 novas oportunidades de emprego no estado paraibano. Os dados foram divulgados nesta terça-feira (29) pelo Ministério do Trabalho e Previdência, através das Estatísticas Mensais do Emprego Formal, o Novo Caged.

Na região Nordeste, a Paraíba obteve o terceiro pior balanço de admitidos e demitidos em outubro, ficando à frente de Piauí, com 869, e Sergipe, com 995. Acima da Paraíba, do maior ao menor, está Pernambuco (8.113), Bahia (6.702), Ceará (5.005), Alagoas (4.335), Maranhão (2.965) e Rio Grande do Norte (2.009).

Em todo o país, os números também não foram tão expressivos. O Brasil criou 159.454 postos de trabalho em outubro, resultado de 1.789.462 admissões e de 1.630.008 desligamentos de empregos com carteira assinada. No balanço geral, o Nordeste foi a segunda região que mais gerou empregos formais, com 32.223, abaixo apenas do Sudeste, que teve um saldo positivo de 80.740.

Piores estatísticas dos últimos meses

Com a criação de 159.454 novos empregos formais em outubro, o Brasil teve um dos piores balanços do ano. Desde maio deste ano, o país não teve nenhum saldo positivo abaixo de 200 mil. Em setembro, os novos trabalhadores empregados ultrapassou a marca de 278 mil.

Só na Paraíba, em setembro, foram 3.727 novos empregos formais, uma queda considerável para o mês de agosto, que terminou com um balanço de 5.913. Nos meses anteriores também tiveram saldos positivos melhores que outubro, com julho em 4.130, junho 3.602 e maio 3.128.

(Visited 1 times, 1 visits today)