31 de janeiro de 2023

Brasil encerra 2022 na liderança do ranking da FIFA; Argentina fica em 2º

Uma emocionante Copa do Mundo no Qatar deixou uma marca importante no Ranking de seleções da FIFA/Coca-Cola, com vários dos times surpresa do torneio subindo na relação global. Já a liderança seguiu inalterada, com o Brasil se mantendo no topo.

Campeã da Copa do Mundo no Qatar, a Argentina (2ª colocada, subindo uma posição) perdeu a primeira colocação por uma margem estreita. Apenas dois pontos no Ranking impediram a seleção de Lionel Messi de ultrapassar o rival Brasil (1º, sem alteração de posição). Pelos critérios de pontuação, se tivesse conseguido manter a vantagem de 2 a 0 sobre a França no tempo normal, o time do técnico Lionel Scaloni estaria na no topo agora.

Marrocos sobe 11 posições

Marrocos (em 11º lugar, subiu 11 posições) e Austrália (27º, subiu 11), por exemplo, são os maiores escaladores da última edição, com os africanos também conquistando o título de seleção que mais avançou em 2022 (142 pontos). Os marroquinos estão agora em sua melhor posição no Ranking desde abril de 1998.

Camarões (33º, 10 posições a mais), Croácia (7º, 5 a mais) e Japão (20º, 4 a mais) também aproveitaram resultados positivos no Qatar, enquanto times que ficaram aquém das expectativas caíram, casos de Dinamarca (18º lugar, 8 posições a menos) e Bélgica (4ª, descida de duas posições), por exemplo.

Por sua vez, eliminada nas quartas de final na Copa do Mundo, a seleção de Portugal permaneceu na 9ª posição da relação.

No total, sete seleções subiram mais de dez posições no Ranking desde dezembro de 2021: Gâmbia (126º, mais 24), Marrocos (11º, mais 17), Costa Rica (32º, mais 17), Camarões (33º, mais 17 ), Guiné Equatorial (98º, mais 16), Indonésia (151º, mais 13) e Cuba (168º, mais 11).

Assim, com os dois primeiros colocados Brasil e Argentina separados por uma margem tão pequena, vale a pena acompanhar as próximas edições do Ranking Mundial FIFA/Coca-Cola.

(Visited 3 times, 1 visits today)