31 de janeiro de 2023

Cabo Gilberto defende assessor, mas diz que se for provada participação em atos antidemocráticos “será demitido”

O deputado federal eleito Cabo Gilberto (PL) defendeu o seu assessor Anderson Novais, um dos presos em Brasília após os atos de vandalismo e depredação de prédios do STF, Congresso e Palácio do Planalto. Em declaração ao programa Arapuan Verdade, nesta sexta-feira (13), ele disse estar convicto da atuação democrática do funcionário e descartou que ele tenha participado de qualquer invasão ou vandalismo.

“Nosso assessor sempre esteve na luta desde 2013 quando o governo era Dilma. Participando dos atos e protestos de forma democrática. Confio nele 100%.  Os paraibanos foram presos de forma irregular.

O parlamentar também considerou que a possibilidade de demissão é certa, caso seja provada a participação do seu assessor na depredação dos prédios públicos em Brasília, no último dia 8. “Agora se tiver alguma prova ele será exonerado imediatamente. Até que haja o processo legal ele não será demitido’, explicou.

(Visited 35 times, 1 visits today)